×
Complete com você informações e nós o chamaremos imediatamente










×
 
POLÍTICAS DA EMPRESA

Responsabilidade Social e Ambiental

A Cruzeiro Australis conduz suas operações de modo a minimizar qualquer ação que possa colocar em perigo ou dano ao meio ambiente.

P

olíticas da empresa



Política de proteção ao meio ambiente:

“A Cruzeiro Australis conduz suas operações de modo a minimizar qualquer ação que possa colocar em perigo ou dano ao meio ambiente. Está consciente e sensível aos equilíbrios ecológicos necessários que devem ser mantidos entre as atividades humanas e a beleza e abundȃncia da natureza. Nossa política é a proteção ambiental com responsabilidade; nosso objetivo é evitar a poluição de qualquer natureza em nossas operações e causar o mínimo impacto nos lugares que realizamos nossas excursões. Uma das principais preocupações é não afetar o ecossistema da flora endêmica da região ou alterar qualquer processo de reprodução da vida selvagem que concentra-se na área. A Cruzeiro Australis e seus funcionários obedeçam às normas aplicáveis, visando a prevenção da contaminação ou dano ambiental da terra, mar e ar, onde realizam suas atividades. Nossos navios cumprem com os regulamentos nacionais e internacionais para a proteção do meio ambiente. (SOLAS, Marpol, etc.)”


Acordos ambientais.


Nossa empresa adere aos acordos nacionais e internacionais sobre os cuidados e proteção ambiental, conservação do patrimônio cultural, natural e o desenvolvimento sustentável da atividade turística.

Com a Corporação Nacional Florestal, CONAF, responsável pela proteção de Áreas Selvagens Protegidas, foi assinado um acordo de cooperação para a proteção e implementação do Parque Nacional Alberto De Agostini, Parque Nacional Cabo de Hornos e o Monumento Natural Los Pingüinos em “ações de manutenção, conservação e proteção dos lugares visitados, tanto a flora como a fauna, sempre preservando o estado natural e selvagem da natureza”.

Com CEQUA, Centro de Estudos do Quaternário de Fuego-Patagônia e Antártida, foi assinado um convenio de cooperação científica e turística para o desenvolvimento do turismo científico sustentável de alto nível, que fornece informações em primeira mão para os turistas, os quais terão a oportunidade de participar e apreciar os procedimentos das expedições científicas que sejam desenvolvidas durante o cruzeiro. Também foi estabelecida a contribuição a Equipe de Expedição da Cruzeiro Australis possa proporcionar à Cequa com material fotográfico de glaciais e mamíferos terrestres e marinhos, medições da temperatura da água nas zonas glaciais para análise científica.


No âmbito turístico


Estamos preocupados com os efeitos que podem resultar do turismo na conservação de áreas naturais e culturais, considerando que trabalhamos em uma área natural quase intocada pelo homem.
  • Evita-se um turismo massivo.
  • Las excursiones son guiadas por expedicionarios que han sido previamente capacitados para entregar información real, con fundamento científico.
  • Se actualiza constantemente la información científica, para entregar los datos más reales posibles a los turistas.
  • As excursões são guiadas por exploradores que foram previamente treinados para fornecer informação real, com fundamento científico.
  • As informações científicas são constantemente atualizadas para entregar dados os mais realistas possíveis para os turistas.
  • As Equipes de Expedições são constantemente treinadas em todas as áreas necessárias, a educação é a melhor ferramenta para proteção e conservação do meio ambiente.

No âmbito científico


Estamos convencidos de que a natureza, sua rica biodiversidade e as múltiplas relações sistêmicas em que é gerada, precisam de mecanismos de proteção, conservação, uso sustentável e que as áreas de grande diversidade biológica merecem especial atenção e cuidado. Também estamos cientes da importância da investigação científica para a conservação ambiental e o desenvolvimento do ecoturismo. Nosso principal objetivo é promover o desenvolvimento turístico na região através do desenvolvimento sustentável, tomando em consideração o patrimônio cultural, social, natural e as atividades tradicionais das comunidades, com total respeito ao meio ambiente. Apoiamos o inventário da biodiversidade e a cooperação científica como elemento enriquecedor do desenvolvimento do turismo sustentável, cooperando com o mundo científico. (Centro de Estudos do Quaternário Fuego-Patagônia, do Instituto Antártico Chileno, Conaf, Universidade de Magallanes, Instituto da Patagônia, Fantástico Sul Birding).


Caminhos a Seguir


Promover os sistemas de avaliação e monitoramento da biodiversidade, a longo prazo, para utilizá-los como indicadores de sustentabilidade em nossos sites de visita.

Promover o intercâmbio de investigação científica que contribua à conservação e uso do turismo sustentável.

Divulgar os resultados de investigações científicas para gerar consciência ambiental para o desenvolvimento do turismo sustentável.


Práticas de Proteção Ambiental



Em nossos navios:
  • Antes da partida é realizada uma reunião com os passageiros, na qual se entregam informações sobre a vida a bordo. Um dos principais pontos a enfatizar é o compromisso que a Cruzeiro Australis tem com o meio ambiente. Para transmitir essa ideologia, é assinalado o que devemos evitar para que estas paisagens permaneçam virgens e longe da poluição.
  • É incentivado o uso responsável das toalhas disponíveis no navio, explicando o custo ambiental que é gerado a partir de lavagem das mesmas, praticamente sem uso.
  • Nossos navios possuem sistemas de tratamento de esgoto, águas oleosas e resíduos orgânicos, estabelecidos pelos regulamentos da SOLAS (Marpol).
  • Todos os resíduos sólidos são separados, compactados e desembarcados em ambos os portos (Ushuaia e Punta Arenas).
  • Na cozinha do navio o lixo é separado em barcos diferentes para evitar a formação de gases tóxicos.
  • Coleta de pilhas e baterias usadas a bordo são entregues em terra para tratamento. Não são eliminadas a bordo.
  • Não há lugar para fumantes no interior do navio, entretanto, nos pavimentos exteriores foram disponibilizados cinzeiros para aqueles que fumam. No primeiro dia é avisada a sua localização, evitando que os resíduos de cigarros sejam jogados no mar.
  • Reciclagem interna da papelaria da Expedição usada para informações aos passageiros.
  • Cada cabine tem uma cartilha sobre o Meio Ambiente explicando a nossa preocupação com a Natureza.
  • Nosso bote de passeio possui motores de 4 tempos, menos contaminante e mais amigável com o meio ambiente.

Em nossas expedições:
  • Informações sobre a proteção e comportamento dos passageiros são dadas antes de cada excursão, indicando a visita aos nossos Parques Nacionais com a proibição expressa de remoção de materiais orgânicos ou não dos pontos de desembarque. (Pedras, flores, folhas, galhos, penas, insetos, conchas, etc.)
  • Os grupos de excursão não excedem 20 pessoas por guia.
  • Todos os passageiros são acompanhados por guias, nenhum passageiro pode circular sozinho pelos Parques Nacionais Alberto de Agostini e Cabo de Hornos ou pela Reserva Natural de Pingüins.
  • São utilizadas trilhas demarcadas evitando áreas de vegetação frágil.
  • Mantemos uma rigorosa política para permitir a recuperação de trilhas e locais a visitar quando expressam algum tipo de impacto.
  • Nos últimos anos tem sido desenvolvida a construção de passarelas de madeira em lugares de ecologia frágil com o intuito de evitar o desgaste acelerado da camada vegetal, danos que, em muitos casos, demorariam dezenas de anos para se regenerar.
  • Em nossos desembarques não é levado nem realizado lanches, o que reduz a possibilidade de geração de lixo.
  • Instruímos aos passageiros a cooperar com a natureza, incentivando a coleta de lixo, caso seja encontrado.
  • Ao término de cada excursão é recolhido o encontrado e devolvido à cidade para o seu tratamento. Não se deixa nenhum resíduo nos parques.
  • Em cada excursão contamos com recipientes para os resíduos encontrados.
  • Na Bahia Wulaia, contamos com equipes ecológicas, geradores eólicos e painéis solares.
  • Em nossos desembarques é, rigorosamente controlada, a aproximação à animais como elefantes marinhos, leões marinhos e pingüins. Os passageiros são instruídos através da observação.
  • Foi estabelecida a proibição de poluição sonora, aumentando a apreciação do silêncio do Sul do Mundo, não gritar ou perturbar com emissão de ruídos.
  • Ao visitar lugares de valor histórico, evita-se o pisoteamento e coleta de elementos, explicando aos passageiros do valor arqueológico desses lugares. (Baía Wulaia).

Quer mais informação?
sales@australis.com
+55-11 3266-4221